Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Junho, 2011

Fonte: Christian Post

Um pastor de Nova York deixou claro para sua congregação que a legalização do casamento gay em Nova York não é um evento em que os Cristãos podem simplesmente ignorar ou não ser afetados.

A passagem de um projeto de lei pelo Senado, permitindo que gays e lésbicas se casem, nesta sexta-feira, de fato, os Cristãos devem ficar de luto – luto, pois “o nosso Deus tem sido ofendido… um estilo de vida teve um selo de aprovação colocado pelo nosso governo em Albany e que realmente é um estilo de vida extremamente perigoso”, disse o Pastor Art Kohl da Igreja Faith Bible Baptist Church.

O pastor do Eden, NY, tinha um sermão totalmente diferente planejado para domingo, mas dado o evento recente, sentiu que não podia ignorar a questão, apesar da distância que mantém normalmente de qualquer coisa política.

Nas semanas que antecederam a votação do projeto de lei do casamento gay na assembléia estadual e, em seguida, no Senado, Kohl esteve em oração, jejum e entrando em contato com legisladores e enviando folhetos de discussão contendo às passagens da Bíblia que aborda a homossexualidade .

Infelizmente, do outro lado, havia clérigos liberais – ou falsos profetas, como os descreveu Kohl – senadores convincentes de que Deus fez os homossexuais de maneira que eles têm o direito de se casar.

A lei foi aprovada no Senado na sexta-feira com quatro votos republicanos “sim”. O Governador Andrew Cuomo imediatamente assinou a lei. A medida entrará em vigor em 24 de julho.

Falando a partir do púlpito de sua Igreja batista independente, Kohl lamentou: “O que aconteceu em Albany esta semana… não era foi uma afronta a mim, mas foi também uma afronta a um Deus santo”.

“Foi um tapa na face, um duro tapa na face de Deus pelos homens e mulheres em Albany que votaram pela lei dos senadores”, afirmou claramente. “Eles cuspiram na face de um Deus santo o único que pode definir o que é o casamento.”

Kohl prefaciou seu sermão com uma nota que os cristãos não devem odiar ninguém.

“Parece que odiamos e ficamos com raiva de certos pecados, o amamos e acariamos outros pecados e tornamos parte deles se não formos cuidadosos”, disse ele. “Não devemos odiar o pecador, mas devemos odiar o pecado.”

Ele também enfatizou a santidade da instituição do casamento.

“Acreditamos que isso é sagrado. Acreditamos que isso é santo, pelo menos eu acredito e mais importante, Deus acredita. Deus instituiu o casamento. Foi Sua primeira instituição na terra”.

Dito isso, enfatizou que essa não era a vontade de Deus como alguns ponderaram.

“Quero registrar e dizer que isso não era a vontade de Deus. Esta foi a vontade do homem. Foi um grupo de senadores e de uma assembléia de homens e mulheres que tem se afastado de… Deus e da Palavra de Deus”.

Embora lamentando o evento, Kohl disse que não diminuiu sua fé. Em vez disso, ele está mais triste pois “o nosso Deus tem sido ofendido”.

Com a aprovação do casamento gay em seu estado, o pastor batista está ainda mais convencido de que o fim do mundo está se aproximando.

“Os acontecimentos de sexta à noite entristeceram meu coração, mas reforçaram a minha fé na profecia bíblica, porque nosso Senhor disse que seria assim, pouco antes que ele venha”, pregou.

“O tempo está próximo”, disse ele, a pregação do Apocalipse 1.

Não há nada obscuro no último livro da Bíblia, apontou. Não é um livro de mistérios ou parábolas, mas de “revelação” e não é nenhum mistério que eventos iriam acontecer nos últimos dias, observou ele.

“O que aconteceu em Nova York esta semana pode ser apenas anedótico. Não estou tentando promover… que interpretemos a Bíblia da perspectiva de um nova-iorquino, mas certamente New York tornou-se como uma Sodoma e Gomorra… com a aprovação da assembleia de homens e mulheres, senadores e o governador agora”.

O que tem desnorteado Kohl é que o governo está aprovando um comportamento que é obviamente perigoso. O pastor apontou estatísticas mostrando que a maioria das pessoas que estão infectadas ou que morreram de AIDS são homens gay.

“Isso é perigoso. Isso é insalubre. Isso é mortal”, afirmou. “Temos que instruir cada professor, cada pastor …, … todos os senadores, … temos levar todo mundo começar a chorar e dizer” não tem nada a ver com esse comportamento. ‘

“É assim que eu penso.”

No entanto, Kohl não está confuso sobre o que vai acontecer como resultado da aprovação do casamento gay. Apesar da disposição de proteção religiosa, Kohl está convencido de que as consequências “vão ser horríveis”.

“Já foram emitidos avisos sobre ações judiciais grande discriminação no estado de Nova York”, lamentou. “Qualquer homem de negócios conservador ou cristão ou a mulher que deve objeto em razão da sua religião para prestação de serviços está se preparando para os processos de discriminação.”

“Você não acreditaria o quão complexo é que isto vai ser”.

“Veja, as pessoas pensaram na sexta-feira que conseguiram o que [queriam]. Não, não chegaram perto de conseguir o que querem. Este é apenas o pé na porta”.

Juntamente com processos judiciais, Kohl espera que muitos Cristãos sejam testados por esta questão “e cedem a pressão”.

“Algum dia, Deus vai ter a última palavra”, o pastor disse “amém”. “Algum dia, eles não vão falar mais nada.”

“Guarde minhas palavras, Deus terá a última palavra.”

Read Full Post »

A pesquisa O Sonho Brasileiro revelou o perfil do jovem brasileiros quando o assunto é religião e família.

Considerada uma das maiores pesquisas realizadas a respeito do perfil dos jovens brasileiros, “O sonho brasileiro” foi divulgado esse mês, e seus dados já podem até ser usados como estudo base para uma nova estratégia evangelística a fim de alcançar os jovens brasileiros.

Produzida pela agencia Box 1824, foram entrevistados em todo o país; 1784 jovens, com idade entre 18 a 24 anos, os quais colaboraram com respostas sobre temas como; economia, política, educação, família, trabalho e religião.

A pesquisa partiu de um questionamento muito simples “Qual o seu maior sonho?”

Para essa pergunta a pesquisa apontou que entre os jovens pesquisados brasileiros, apenas 06% tem o sonho relacionado à família. A maioria (55%) respondeu o sonho como formação profissional e emprego, 15%, a casa própria, 9%, dinheiro e 3%, carro.

Apesar de ser apenas uma amostra entre os milhões de jovens no país, a porcentagem de mais de 90% que não estão sonhando com a família, pode ser preocupante. Essas informações coloca os brasileiros, diante de uma crise no meio dos jovens, uma vez que a família é um projeto Divino feito antes da fundação do mundo.

Ainda falando sobre a família, “O sonho brasileiro” mostrou que para muitos jovens o modelo patriarcal de família não é mais a única referência.

Na área de religião “O Sonho brasileiro” concluiu entre os jovens brasileiros, 77% dos jovens afirmam que se sentem livres para experimentar diversas religiões, 68% dos jovens afirmam que as Igrejas deveriam ser mais flexíveis, 31% afirmam que misturam elementos de diferentes religiões para construir a sua própria crença.

Os resultados mostram que muitos jovens que buscam, acima de tudo, o desejo de se aproximar de suas “crenças mais essenciais e do encontro de sua própria espiritualidade”, e também criar o seu próprio sincretismo.

“Espiritualidade não necessita de vertentes, significados e compromissos. Apenas uma simples crença em algo superior ou algo além do que se vive em nosso plano”.

Quase a metade, 43%, entretanto, afirmou ter religião e ser praticante, 36% ter religião e não ser praticante. Dos respondentes, 17% afirmam ter uma espiritualidade e acreditar em algo superior, mas sem religião e 4% dos jovens brasileiros afirmam ser ateus.

Isso pode refletir jovens com valores relacionados ao cristianismo. O Brasil possui a maior população católica e um protestantismo crescente, mas muitos não são praticantes. “Tenho um conceito próprio baseado no cristianismo e em fatos da minha vida”.

Assim, com uma margem de erro da pesquisa de apenas 2%, a pequena amostra parece revelar que quando o assunto é religião, os jovens estão um pouco distantes de serem identificados com valores e princípios de um Cristianismo autêntico.

Read Full Post »

Fonte: JB Online

A senadora Marta Suplicy disse neste domingo, antes do início da Parada do Orgulho LGBT em São Paulo, que algumas mudanças devem ser feitas no Projeto de Lei (PL) 122, que criminaliza a homofobia. Segundo ela, a ideia é repensar o nome do projeto para fazer com que seu conteúdo seja aprovado.

“Estou tentando fazer um acerto para que não tenhamos tantos opositores [ao projeto], mesmo que isso acarrete em algumas mudanças que não são boas. Estamos pensando em como fazer passar o conteúdo do [PL] 122, sem o [número] 122”, disse.

Segundo a senadora, a mudança do nome ajudaria a tirar a “imagem demonizada” que foi associada ao projeto. “O nome ficou muito complicado de se aprovar, o que, no conteúdo, não é mais complicado. Temos um conteúdo mais ou menos acordado. O que está difícil de acordar é o que fazemos com esse número, porque demonizaram tanto que eles não sabem o que fazer agora para dizer que o demônio não é mais demônio”, declarou Marta Suplicy, referindo-se aos opositores do projeto. No conteúdo, a senadora explicou que a principal mudança prevista será no texto do Artigo 20 do PL. “Antes era bem complexo. Conseguimos um meio termo”, disse.

A senadora também comentou a demora na tramitação da matéria no Congresso nacional. “Se formos pensar, foram 16 anos para se ter no país uma possibilidade real de cidadania para a comunidade LGBT [referindo-se à aprovação no Supremo Tribunal Federal do casamento entre pessoas do mesmo sexo]. E não foi o Congresso Nacional que aprovou. O Congresso Nacional, nesses 16 anos, se apequenou, se acovardou e não fez nada em relação à comunidade LGBT”, declarou a senadora.

Para que o projeto seja aprovado, ela acredita que a luta não deve se concentrar na tentativa de convencer a bancada religiosa a mudar suas convicções, mas em atrair uma parte do Congresso Nacional que ainda não se manifestou sobre o PL 122. “É essa parcela do Congresso Nacional que tem que ser conquistada”.

A aprovação do projeto de lei é o principal tema da 15ª Parada do Orgulho LGBT que ocorreu hoje, 26/06, na Avenida Paulista, em São Paulo.

Read Full Post »

Fonte: Creio

Roraima, na fronteira do Brasil com a Venezuela e a Guiana, é o mais evangélico dos 26 Estados brasileiros, constata o Ministério de Apoio com Informação (Mai) com base nos dados do censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Da população de 421,4 mil habitantes, 50,8% estão vinculados a uma igreja evangélica. A Assembléia de Deus, a maior denominação evangélica no país, também é a primeira no Estado, onde está estabelecida desde 1915, contando, hoje, com 368 templos. Na capital, Boa Vista, o Dia Municipal dos Evangélicos, lembrado no segundo sábado de setembro, integra o calendário de eventos da cidade.

Os dados do Censo 2010 ainda não estão disponíveis, mas já se sabe que a população brasileira atingiu a marca dos 190,7 milhões de habitantes em agosto do ano passado. Amapá teve o maior e o Rio Grande do Sul o menor crescimento populacional na década. Enquanto em 2000 81,2% dos brasileiros moravam em cidades, esse percentual aumentou para 84%, segundo o último levantamento.

Os evangélicos – de forma marcante o grupo pentecostal e neopentecostal – constituíram a família confessional de maior crescimento na primeira década do século XXI, com um índice anual de 7,43%. Se confirmada essa tendência pelo Censo de 2010, a população evangélica terá alcançado então a faixa dos 53 milhões de pessoas e chegará a ser metade dos brasileiros em 2022.

Read Full Post »

Centenas de cristãos na China foram detidos neste domingo, 10/04, quando tentavam realizar um culto. Eles eram membros da Shouwang, uma das maiores igrejas protestantes não registradas, em Pequim. A congregação foi expulsa do restaurante onde faziam a reunião.

A Igreja afirma que o governo chinês tem pressionado os proprietários de imóveis a não alugarem o espaço para o culto.

Sem outra escolha, os membros da igreja tentaram realizar o culto de domingo em um local ao ar livre. O anúncio foi feito pela Internet. Todos estavam cientes dos riscos, pois foram advertidos pelo pastor, o reverendo Jin Tianming.

A polícia impediu alguns membros de deixarem suas casas e detiveram mais de 100 fiéis, afastando-os para um local desconhecido, conforme relatado pela Voz da América.

De acordo com o grupo de liberdade religiosa “China Aid Association”, com sede em Midland, Texas , “nem todos, mas um punhado” de pelo menos 169 cristãos foram libertados 24 horas depois.

Ainda na manhã desta segunda-feira , 11/04, um pastor, sua esposa e um membro da comunidade ainda estavam sob custódia da polícia, relatou o grupo.

Enquanto isso, veículos de vigilância continuam fora das casas dos outros membros da igreja. A ChinaAid acredita que a liberdade de circulação deste cidadãos cristãos permanecerá limitada por algum tempo.

Na China, as igrejas protestantes devem se registrar na Tríplice Autonomia do Movimento Patriótico, que supervisiona as igrejas e o Conselho Cristão da China para operar legalmente. Este, no entanto, é um órgão do governo que coloca a submissão à autoridade do Estado no mesmo nível (se não superior) a submissão à autoridade de Cristo. Por isso, muitas igrejas se recusam a se registrarem. Eles argumentam: “Cristo é o cabeça da igreja, não o governo”. Também há um temor de que a regulação do governo controle o conteúdo do sermão, caso a igreja se registre.

Elder Fu Xianwei de Xangai, presidente da Tríplice Autonomia do Movimento Patriótico, relata que na China há mais de 23 milhões de cristãos protestantes, incluindo os crentes não-registrados.

O Departamento de Estado dos EUA divulgou seu relatório de liberdade religiosa mais recente na semana passada e citou a contínua tendência negativa da China no que diz respeito aos direitos humanos.

“Vimos na China uma tendência negativa que está parecendo se agravar logo na primeira parte de 2011″, disse a secretária de Estado Hillary Clinton.

Ela expressou profunda preocupação com a detenção de dezenas de advogados, ativistas, blogueiros e outros, e instou a China a libertar esses detidos por exercerem o seu “internacionalmente reconhecido direito à livre expressão.”

A China, porém, rejeitou o relatório, dizendo que os EUA não têm autoridade para condenar os seus registros de direitos humanos.

Read Full Post »

Fonte: Creio

Simcha Jacobovici é um cineasta canadense que está lançando dia 20/04 um documentário sobre a crucificação de Cristo. Sua maior descoberta, garante ele, foram dois dos pregos de 8 centímetros supostamente usados na cruz quase 2000 anos atrás.

Todos os detalhes dessa “descoberta” podem ser vistos em The Nails of the Cross [Os pregos da Cruz], que pretende mostrar, através de testemunhos de especialistas e documentos, que os pregos apresentados por ele são mesmo os que prenderam Jesus.

“O que estamos mostrando ao mundo é o melhor argumento arqueológico existente sobre dois dos pregos da crucificação que foram encontrados. Se eu estou 100% seguro que são legítimos? Bem, ainda não”, explica Jacobovici.

Seu filme revela que eles estavam num túmulo em Jerusalém, que teria pertencido ao sumo-sacerdote Caifás, mencionado na Bíblia como um dos responsáveis pela morte de Jesus, tendo-o julgado e entregado aos romanos. O túmulo de Caifás foi descoberto em 1990 e nele se encontravam ossadas não identificadas além de alguns objetos. O professor Israel Hershkowitz, pesquisador de bio-história teve acesso aos pregos e explica: “Baseados no tamanho, forma e condições dos pregos, é possível que tenham sido usados em uma crucificação”.

No documentário, Jacobovici insiste em ressaltar as semelhanças entre os pregos que ele encontrou e um única relíquia de uma crucificação reconhecida pelos estudiosos: ”Eles estão tortos, como o único prego que aceita-se ter sido usado numa crucificação. Eles têm a cabeça arredondada, e são grandes o suficiente para furar as mãos. Temos assim um conjunto de provas”.

Mas nem todo mundo está convencido de sua veracidade. O professor Dan Bahat, arqueólogo especializado em relíquias do início do cristianismo explica: “Pregos são uma descoberta bem comum… Não deveriam chamar tanta atenção assim”.

A Autoridade de Antiguidades de Israel, órgão responsável por supervisionar escavações, alerta que muitos pesquisadores alegam constantemente terem encontrado objetos, incluindo pregos e até mesmo ossadas do tempo de Jesus.

“Sem dúvida Simcha Jacobovici fez um filme muito interessante, com um verdadeiro achado arqueológico. Mas a interpretação dele não serve como prova de autenticidade”, afirmou um porta-voz da Autoridade

Muitos acusam Jacobovici de estar criando um golpe publicitário para promover seu novo filme. Afinal, o cineasta ganhou fama alguns anos atrás com outro documentário: O Sepulcro Esquecido de Jesus., além de ter produzido a série Segredos do Cristianismo. Atualmente ele produz e apresenta uma série de TV chamada The Naked Archeologist.

Porém, seu currículo não pode ser ignorado. Ele ganhou dois prêmios Emmy de Excelência em Jornalismo Investigativo (1996 e 1997), uma Medalha de Ouro do Festival Internacional de Documentário de Nyo); um certificado de Mérito Especial da Academy of Motion Picture Arts and Sciences, de Los Angeles; um prêmio Genie; três U.S. Cable Ace; dois prêmios Gemini; e um prêmio Dupont da Columbia University.

Read Full Post »

Fonte: Portas Abertas

Autoridades vietnamitas estão se preparando para levar ao tribunal uma instituição católica defensora dos direitos humanos. Em 14 de junho, Peter Pham Minh Hoang, professor da Universidade de Ho Chi Minh City, será levado a julgamento. Segundo sua esposa, ele estava preocupado com a injustiça social e a corrupção no país.

O professor está detido em um local não revelado desde 13 de agosto de 2010, acusado de participar de um grupo político que havia sido banido. Mesmo antes da detenção, as autoridades ameaçaram prendê-lo se ele não admitisse sua participação nas atividades do partido Democracia para o Vietnã, que foi banido por ter atividades consideradas contrárias ao governo.

Os católicos vietnamitas percebem que a detenção do professor Hoang, que também é cidadão francês, é consequência direta de seu compromisso com a defesa dos direitos humanos e a integridade no país, é resultado de um crescente aumento de ataques contra defensores dos direitos humanos.

Sua família e amigos estão tentando defendê-lo, buscando provas para inocentá-lo e, assim, libertá-lo da prisão.

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: