Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Julho, 2011

Terça-feira, 19 de julho de 2011

Querida Ovelha,

Aqui estão dez conselhos de Brian Dyson para uma vida equilibrada:

1. Não diminua o seu próprio valor, comparando-se com outras pessoas. Somos todos diferentes. Cada um de nós é um ser especial. Não fixe seus objetivos com base no que os outros acham importante. Só você está em condições de escolher o que é melhor para a sua vida.

2. Valorize e respeite as coisas mais queridas ao seu coração. Apegue-se a elas como à própria vida. Sem elas a vida fica sem sentido. Não deixe que a vida escape entre os dedos por viver no passado ou no futuro. Se viver um dia de cada vez você viverá bem todos os dias da sua vida.

3. Não desista quando ainda for capaz de um esforço a mais. Nada termina até o momento em que se deixa de tentar.

4. Não tenha medo de enfrentar riscos. É correndo riscos que aprendemos a ser valentes.

5. Não exclua o amor da sua vida dizendo que não é possível encontrá-lo. A melhor forma de receber amor é oferecendo amor. A maneira
mais rápida de ficar sem amor é apegar-se demasiadamente a si próprio.

6. Não corra tanto pela vida a ponto de esquecer onde está e para onde vai.

7. Não tenha medo de aprender. O conhecimento é leve. É um tesouro que se carrega facilmente.

8. Não use imprudentemente o tempo ou as palavras, pois é impossível recuperá-los.

9. A vida não é uma corrida, mas sim uma viagem que deve ser desfrutada a cada passo.

10. Lembre-se: o ontem é história; o amanhã é mistério; o hoje é uma dádiva de Deus e, por isso, se chama “presente”.

Com o abraço do seu pastor e amigo

JOMAR PARDAL

“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele (Deus) tem cuidado de vós” (1Pedro 5.7).

Read Full Post »

A Fraternidade Nacional das Igrejas Evangélicas Cristãs (Confraternice) denunciou a violência e crimes contra pastores no México.

Segundo relatado no jornal Excelsior neste sábado, 16, pelo menos 100 pastores têm sido sequestrados e extorquidos no atual período presidencial, Felipe Calderón.

O presidente da Confraternice, o pastor Arturo Farela, disse que o crime é forte e atinge também os jovens que fazem tratamento pelo consumo de drogas em templos cristãos.

“O crime organizado está batendo muito forte os pastores do país”, disse Farela, segundo o Excelsior.

Um dos crimes mais representativos no país, foi o de um pastor reconhecido na comunidade evangélica no país, Josué Santiago Ramirez, que foi sequestrado no dia 10 de abril, em Lazaro Cárdenas, Michoacán.

Ramirez foi sequestrado por um comando quando celebrava o culto dominical na Igreja evangélica El Shaddai. O valor da recompensa exigida pelos sequestradores foi cerca de 20 milhões de pesos (cerca de 1,7 milhões de dólares hoje).

Outro caso que ficou marcado foi o assassinato do filho do pastor Eduardo García, Abraão, da cidade de Juarez. E recentemente, em março, a sua filha Griselda foi sequestrada, pela qual ele teve que pagar o resgate.

Em 2010, seis pessoas de um Centro Cristão de Reabilitação Alcance Victoria foram atacados, dos quais quatro morreram e dois ficaram feridos, de acordo com a polícia municipal da cidade de Juarez.

Dentre os motivos pelos quais os grupos criminosos fazem isso, segundo os líderes religiosos, é para gerar dinheiro. Os líderes têm denunciado que nos últimos três anos eles vendem segurança às Igrejas com valores variando entre 10 mil e 30 mil pesos ($800 e $ 2,500) em pelo menos 11 estados do país.

Os clérigos católicos não estão isentos do crime. A Agência Fides da Congregação para Evangelização dos Povos do Vaticano relatou a morte violenta de 14 líderes católicos, durante esses seis anos.

Os líderes apontam como um dos motivos a decomposição e degradação social da sociedade mexicana por causa dos valores negativos e não necessariamente tem a ver exclusivamente com o governo do atual presidente Calderón.

“É preocupante o número de sacerdotes assassinados, mas não podemos culpar o regime dos assassinatos porque as causas são variadas. São um reflexo desta violência que vai crescendo no país por tais crimes”, disse Hugo Valdemaro, diretor Arquidiocesano de Comunicação Social.

As congregações cristãs evangélicas clamam aos integrantes do crime organizado a regressarem ao caminho do bem por meio do arrependimento. Já são 151 ex-assassinos e ex-sequestradores se converteram a Cristo e levam a palavra de Deus para as prisões nas cidades de Juarez.

Uma agenda de unidade nacional contra o crime que está devastando o país está sendo preparada pelas Igrejas Evangélicas para criar conscientização para superar o problema.

Read Full Post »

Tem sido identificado com Natanael. Natural de Caná de Galiléia. Recebeu de Jesus uma palavra edificante: “Eis aqui um verdadeiro israelita, em quem não há dolo” (Mateus 10.3; João 1.45-47) Exerceu seu ministério na Anatólia, Etiópia, Armênia, Índia e Mesopotâmia, pregando e ensinando. Foi esfolado vivo e crucificado de cabeça para baixo. Outros dizem que teria sido golpeado até a morte.

Read Full Post »

Fonte: RenatoVargens.blogspot.com

1. Por causa do amor a Cristo e sua Palavra. (Jo 14.21)

2. Porque é dever do cristão crescer no conhecimento de Deus através do ensino saudável das Escrituras.

3. Para que não sejamos enredados pelas heresias e desvios doutrinários do nosso tempo. (Mt 22.29)

4. Porque a igreja se desenvolve de forma relacional, comunitária e intelectual através do estudo sistemático da Palavra de Deus.

5. Porque o ensino da Palavra de Deus proporciona a elevação do nível de maturidade da igreja local.

6. Porque a Escola Bíblica Dominical é um excelente meio para evangelização de amigos e familiares.

7. Porque a Escola Bíblica Dominical é um lugar propício para a descoberta, crescimento e capacitação de novos ministérios.

8. Porque a Escola Bíblica Dominical fortalece a família promovendo o entrelaçamento dos relacionamentos familiares.

9. Porque o estudo sistemático da Palavra nos desperta a uma vida de santidade.

10. Porque a Escola Bíblica Dominical é uma profícua fonte de avivamento e despertamento espiritual para a igreja.

Pense nisso!

Renato Vargens

Read Full Post »

Fonte: Mission Network News

Uzbequistão ocupa o 11º lugar na lista de vigilância mundial dos países em perseguição aos cristãos

A liberdade religiosa é um direito instável no Uzbequistão. Segundo o Fórum 18 News, Pitirimov Natalya, o contador da Sociedade Bíblica do Uzbequistão foi multado por violar os procedimentos sobre a importação de dois carregamentos de Bíblias infantis em 2008 e 2010.

O Comitê de Estado de Assuntos Religiosos, que controla a censura de toda a literatura religiosa, não está permitindo que as Bíblias sejam liberadas, apesar dos apelos das igrejas locais. O juiz, neste caso, disse ao Forum 18 que as igrejas não apresentaram o seu pedido no tempo e agora as Bíblias precisam ser devolvidos à custa da Sociedade Bíblica.

Joel Griffith, da Associação Evangelho Eslavos, diz que esta é apenas outra tentativa de restringir a liberdade religiosa. “Isso é parte integrante do aumento contínuo das restrições sobre as igrejas evangélicas e entidades religiosas no Uzbequistão. E é certamente muito preocupante ver isso acontecer.”

Autoridades disseram que eles confiscaram Bíblias porque a Sociedade Bíblica não deu solicitações de envio para a Comissão dos Assuntos Religiosos no tempo, e eles também alegaram que não havia necessidade de importação de Bíblias no Uzbequistão, porque “há uma versão eletrônica disponível na internet.”

Griffith disse que isso é um grande erro. “Olhe o que aconteceu no Egito, na maneira que eles bloquearam a internet. Dizem que você pode obter uma versão eletrônica na internet, mas mesmo que você consiga agora, não há garantias de que poderá ter acesso amanhã.

Somente as igrejas registradas podem solicitar permissão para material de impressão ou de importação. A literatura religiosa é muitas vezes apreendida pela polícia durante os ataques e depois destruída.

Isso faz com que o alcance ao evangelho seja difícil. “Qualquer um que está fazendo o ministério pelo mundo, e especialmente em lugares como o Uzbequistão, realmente precisa trabalhar o mais discretamente possível.”

Uzbequistão ocupa o número 11 na lista de vigilância mundial dos países em perseguição aos cristãos.

Read Full Post »

O que é Limbo?

Fonte: http://www.icp.com.br A Igreja Católica descobriu quatro lugares no além: céu, inferno, purgatório e limbo. Restringiremos este comentário ao limbo, objeto do questionamento.

A palavra é oriunda do latim, limbus, cujo significado é “fronteira”. Este lugar foi arquitetado por Roma, a fim de solucionar um problema teológico em que a Bíblia não se expressa abertamente: o destino eterno das crianças que morrem sem adquirir consciência de seus pecados. Segundo o catolicismo, o limbo seria a “fronteira do inferno”, isto é, um lugar preparado para aqueles que não fazem jus ao céu, mas que também não merecem o inferno.

A grande maioria das pessoas que possui alguma noção conceitual deste lugar limita-se a relacioná-lo às crianças. O limbo seria, portanto, o destino das pobres crianças que morrem sem batismo e que, por isso, são classificadas pela igreja romana como pagãs. Entretanto, o entendimento católico deste lugar envolve algo além disso, pois, conforme tal interpretação, há pelo menos dois tipos de limbo:

  • Limbo dos pais: também designado limbus patrum, o que seria equivalente ao “Seio de Abraão” (Lc 16.22). Trata-se de um local no mundo dos mortos (hades) onde habitariam as almas dos justos do Antigo Testamento. Com a morte e ressurreição de Cristo, este local teria sido abolido, devido ao traslado das almas dali para o céu. De certa forma, esta idéia usufrui de algum amparo bíblico e encontra paralelo na interpretação evangélica (guardando as devidas proporções)
  • Limbo dos infantes: também designado limbus infantum. Além das crianças, esse lugar receberia a alma das pessoas mentalmente incompetentes para que possam decidir pela aceitação ou rejeição a Cristo. A idéia reclamada para justificar este local é a de que “almas excepcionais mereceriam lugares excepcionais como destino”.

Jesus, por sua vez, menciona apenas dois caminhos, duas portas, dois fins (Mt 7.13,14; 25.34-46). Não há referências bíblicas além desses dois lugares depois da vida: céu e inferno. Nas línguas originais bíblicas, céu e inferno são chamados da seguinte maneira: Seol, Hades, Geena (Lc 16.19-31; 12.4-5). Devemos, no entanto, nos contentar com isso. Existem algumas correntes teológicas que se esforçam por explicar a fortuna das crianças que falecem antes da idade da razão, porém, esse assunto envolve muitas especulações e já não é alvo do questionamento aqui proposto. Para saber mais sobre o assunto, o leitor deve consultar a edição de nº 39 de Defesa da Fé, que traz a matéria
intitulada “Inferno: é possível crer nesta doutrina em pleno século 21”.

Read Full Post »

Fonte: Creio

Depois de Maria da Penha, vem aí a Lei Alexandre Ivo

O novo PLC 122 a exemplo da Lei Maria da Penha, lei que tornou mais rigoroso o tratamento de crimes cometidos contra a mulher, será batizada de Lei Alexandre Ivo, em homenagem ao adolescente que foi assassinado supostamente por ser gay.

Segundo a assessoria da senadora Marta Suplicy (PT-SP), o novo texto do projeto foi elaborado em um trabalho conjunto com os senadores Demóstenes Torres (DEM-GO), Marcelo Crivella (PRB-RJ) e com o presidente da Associação de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ALGBT), Toni Reis.

Agora o projeto está sob análise dos intregrantes da Frente Parlamentar Mista LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais), o texto substitui o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, de autoria da ex-deputada lara Bernardi, do qual Marta é relatora.

A iniciativa surgiu depois de várias tentativas de acordo para aprovar o PLC 122 com a Frente em Defesa da Família, representada pelo senador Magno Malta (PL).

“Estão confundindo a opinião pública. Homofobia é violência física, assassinato, crueldade, barbaridades, já o texto apresentado pela senadora Marta Suplicy, também com novo nome, agora, batizado de Lei Alexandre Ivo, é uma tentativa de não enfrentar a intolerância, o preconceito e a discriminação no mais amplo sentido e não apenas em favor dos homossexuais, mas também na questão racial, estética, social, religiosa e contra o machismo que humilha as mulheres”, disse o senador Magno Malta segundo sua assessoria de imprensa.

A Frente Parlamentar Mista Permanente em Defesa da Família Brasileira, após estudos feitos, declarou que a homofobia foi banalizada por causa do PLC 122 e que este foi erroneamente chamado de “Lei Anti-Homofobia”.

Magno Malta enfatizou que não se deve priorizar as minorias de forma isolada, como exigem os homossexuais. “Devemos ter ações para enfrentar os preconceitos étnico-racial, o social – de rico contra pobre – estético – principalmente as crianças obesas que sofrem bullying, em relação à sexualidade, a intolerância a religiosidade, a discriminação contra o idosos, o excepcional e a cruel violência contra a mulher”, ressaltou ele.

Sem o desejo de arquivar o PLC 122, Marta Suplicy reconhece que se ouver um acordo com as bancadas ligadas a Igrejas cristãs, ficará mais fácil conseguir a aprovação de uma legislação que considere a homofobia como crime.

“Nunca falei em arquivar o PLC 122. Disse que, fruto das discussões do PLC 122, um novo projeto é discutido no momento, com acompanhamento de Toni Reis, presidente da ABGLT, e também tendo eu relatado a mais lideranças do movimento LGBT o andamento de cada conversa feita entre senadores”, declarou a senadora em uma nota de esclarecimento.

O que o novo projeto faz é definir “crimes que correspondem a condutas discriminatórias motivadas por preconceito de sexo, orientação sexual ou identidade de gênero bem como pune, com maior rigor, atos de violência praticados com a mesma motivação”. Um desses crimes seria o de “induzir alguém à prática de violência de qualquer natureza motivado por preconceito de sexo, orientação sexual ou identidade de gênero”.

Os deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Manuela D’ávila (PCdoB-RS) serão responsáveis por apresentar o novo texto à bancada evangélica da Câmara dos Deputados e representantes do movimento LGBT.

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »

%d bloggers like this: